top of page
Buscar
  • Foto do escritorCisto Pilonidal Grupo & Suporte

Entrevista com o fundador da Academia do Laser, o coloproctologista Dr. Fabrício Doin Paz. Confira!

1) Nem todo cisto contém pelos, as portadoras relatam ausência de pelo na região por exemplo, qual seria a possível causa para o surgimento da doença nessa situação?


Os pelos que iniciam o processo inflamatório, podem ser locais ou mesmo a distância. Ou seja, podem ser um pelinho da região ou um fio de cabelo/pelo que infelizmente parou na região e por um pequeno processo inflamatório local fez que o cisto pilonidal surgisse. Estima-se por alguns estudos, que os pelos são encontrados em 30-40% das cirurgias convencionais - menos do que a metade dos pacientes!!!



2)Diariamente recebemos relatos sobre o medo da reincidência. Sabemos que não é uma regra, mas quais são os principais fatores para uma recidiva?


Tudo que leve a trauma local e aumento da pilificação local são fatores de recidiva.

1. Homens e pacientes que tem muitos pelos (hirsutismo).

2. Obesidade.

3. Atividade laboral (antigamente a doença do Jeep (militares nas guerras) e hoje a doença dos “programadores/influencers” que permanecem longos períodos sentados e com pequenos traumatismos locais.

4. Atividade recreativa - alguns esportes, como ciclismo e motociclismo que tem longa permanência e pequenas lesões na pele (muitas vezes não as vemos).


O principal fator é a presença do pelo no local, por isso a depilação/epilação local é tão importante. A epilação a laser por si só é capaz de reduzir em até 60% a chance de recidiva do cisto pilonidal.


Outro fator que não pode ser esquecido nos pacientes já submetidos a cirurgias é a técnica utilizada, a extensão e delimitação do cisto, o processo de cicatrização.


3) Existem várias abordagens convencionais para o tratamento cirúrgico da doença. Há alguns anos o tratamento minimamente invasivo é uma realidade no Brasil, o que te fez olhar para o Laser?


O Laser é vida!! Como sempre brincamos e falamos em nossos cursos.


O meu olhar se voltou para o minimamente invasivo ao ver o benefício que o paciente teria. O nosso atendimento deve sempre ser voltado ao paciente.

Quanto menos dor posso permitir ao paciente. Quanto menos dias de trabalho e vida perdidos. Quantas curativos e retiradas de fitas/esparadrapos (que é extramennte doloroso!!) a menos o paciente pode ter.

Além é claro, de sempre ofertar o melhor para o paciente.


4)Com sua experiência no Laser quais são os benefícios e as desvantagens da técnica?


Volto a insistir!!! Laser é vida!!! Haha.


Principais benefícios:

Dor pos-operatoria.

Curativo pos-operatorio. - ausencia de feridas extensas e de dificil manejo.

Afastamento do trabalho reduzido.

Procedimento ambulatorial - alta breve e sem internação.

Recuperação em domicilio, no conforto do lar e proximo da familia.

Poder sentar e mexer já no pós-operatório imediato.

Satisfação alta do paciente, com baixa recidiva/persistência.


Desvantagens:

Custo - ainda é um procedimento que tem o custo da fibra/laser, mas que se for pesado pela fonte pagadora é facilmente justificável, já que o custo de internação e afastamento do trabalho é pequeno.

Profissionais qualificados para a aplicação da técnica - como o nosso país é imenso, o acesso às novas técnicas e a capacitação dos colegas é desproporcional nos diversos centros da país. E a familiaridade dos médicos com o que usarão com certeza faz toda a diferença no resultado cirúrgico.



5)Todo cisto pilonidal pode ser tratado com o Laser? Existe algum critério de indicação?


Todo cisto pode ser tratado com laser. Mas nem todo laser terá o melhor resultado.


Individualizar o tratamento, saber as cirurgias prévias, examinar, discutir com o paciente é que permite a boa evolução. Manter os cuidados pós-operatório também é de grande valia.


Pacientes com recedivas extensas, possivelmente se beneficiem de outras técnicas, como o EPSIT (videocirurgia), já que muitas vezes existem caminhos que o laser não chega.


Mas uma coisa muito interessante do Laser para o tratamento do cisto pilonidal é que podem acontecer recidivas e persistências de drenagem, mas ele (o Laser - que é vida!!) reduz e muito as áreas dos cistos, melhorando a qualidade de vida do paciente.


245 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page