ESTUDO BRASILEIRO E ARGENTINO COM EPSIT.

10/10/2018

Em setembro aconteceu o 67 Congresso Brasileiro de Coloproctologia onde foi apresentado um estudo multicêntrico da experiência do médico brasileiro Dr. Ramon Mendes e do argentino Dr. Leonardo Salim.

 

Confira!!

 

Instituições:
HOSPITAL PROVINCIAL DE ROSáRIO EM SANTA Fé , HOSPITAL SANTA IZABEL

 

Autores:
JOANA CAROLINA SARAIVA DE PAULA PESSOA, MEYLINE ANDRADE LIMA, ANDRE LUIZ SANTOS , EDUARDO COSTA COBAS, LEONARDO RAUL SALIM, LUCIANO SANTANA DE MIRANDA FERREIRA, CARLOS RAMON SILVEIRA MENDES

 

Título:
ESTUDO MULTICÊNTRICO DA EXPERIÊNCIA BRASILEIRA E ARGENTINA NO TRATAMENTO CIRÚRGICO DO CISTO PILONIDAL TÉCNICA MINIMAMENTE INVASIVA

 

Resumo:
O cistopilonidal é uma infecção da pele e do tecido subcutâneo, secundário a um processo inflamatório crônico que ocorre com frequência na região sacrococcigena, geralmente associado à presença de pêlos nesta região.

É mais comum no sexo masculino e mais frequente na terceira década.

Ocorrência é associada a obesidade, sedentarismo e inflamação local ou trauma.

O tratamento é eminentemente cirúrgico com diversas formas de realização.

Tendo excelentes resultados com a técnica endoscópica para o tratamento de fístula anorretais, Meineiro e colaboradores em 2013, desenvolveram a mesma técnica para o tratamento do cisto pilonidal.

Com o intuito de melhores resultados estéticos e menos morbidade.

 

Objetivo: O presente estudo tem como objetivo mostrar a eficácia do tratamento endoscópico de cisto pilonidal.

 

Materiais e Métodos:Estudo prospectivo, casuística representada por 67 pacientes que tiveram como indicação o diagnóstico de cisto pilonidal.

Os pacientes foram submetidos a procedimento cirúrgico no Hospital Provincial de Rosário em Santa Fé na Argentina e no Hospital Santa Izabel em Salvador no Brasil, no período de junho de 2014 a março de 2018.

O material utilizado: Fistuloscópio Meinero, fabricado pelaKarl Storz GmbH (Tuttlingen, Alemanha), um obturador, um eletrodo monopolar, uma escova e pinça endoscópica.

 

Resultados: Dos 67 pacientes, 67 % ( 45 pacientes) eram do sexo masculino sendo 33% (22 paciente) do sexo feminino, com média de idade 25 anos( 17 a 45 anos). T empo cirúrgico com média de 40 minutos (20 a 120 minutos)e tempo de cicatrização médio de 4 semanas (3 a 12 semanas). Complicações cirúrgicas foram apresentada por 7% da amostra (5 pacientes) e recidivas da doença foram diagnosticada em 9% (06 pacientes) dos pacientes da amostra.

 

Conclusão: O tratamento endoscópico do cisto pilonidal apresenta bom resultados cirurgicos, com muitas vantagens comparado as outras técnicas cirurgicas.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square