EPSiT EM PORTUGAL

9/12/2018

"Acho que já devia ter falado aqui no cisto sacroccígeo há mais tempo, pois tornou-se uma doença comum da cirurgia pediátrica.

Algumas publicações internacionais, muito dos doentes têm novo cisto ou fístula. Por vezes, ele aparece passados vários anos. Portanto, é um bocadinho ingrato para os cirurgiões, que detestam ter complicações. E mais ingrato ainda para os doentes que terão de ser submetidos a mais tratamentos e mais cirurgias.

 
Em 2013, um cirurgião geral italiano (Piercarlo Meinero) apresentou uma técnica endoscópica menos invasiva para o tratamento destes cistos: Endoscopic pilonidal sinus treatment (E.P.Si.T.). A técnica consiste em aproveitar os trajetos fistulosos para introduzirmos uma câmara com canal de trabalho, que usamos para limpar e cauterizar todo o cisto sem ter que fazer uma grande incisão. Em vez de ficar imobilizado durante semanas, o doente sai da cirurgia já sentado e pode levar uma vida normal e sem dor. 
Da minha experiência, a maioria não toma nenhum alnalgésico após a cirurgia. A taxa de recorrência parece ser semelhante mas a vantagem em termos de conforto é evidente.
Eu tive a oportunidade de experimentar esta técnica muito cedo e tenho a utilizado desde 2015. Este ano, publicamos o primeiro estudo comparativo desta técnica na população pediátrica no Journal of Pediatric Surgery."


João Moreira Pinto | Cirurgia Pediátrica em Portugal.

 

 #epsit #cistopilonidal#quistopilonidal#cistopilonidalgrupoesuporte

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square