DOENÇA PILONIDAL

A Doença Pilonidal ou mais conhecida como Cisto Pilonidal é um processo crônico inflamatório que acomete a região interglútea entre as nádegas.
Na grande maioria dos casos, a lesão se desenvolve bem no início do sulco alguns centímetros acima do ânus. 
As causas do cisto pilonidal ainda não foram totalmente definidas e a cura está sempre entre os grandes debates como vemos nos dias de hoje mas voltando em 1833, Herbet Mayo foi o responsável pela descrição inicial, anos depois Anderson publicou "Pêlos extraídos de uma úlcera" em 1847.
No início, imaginava-se que fosse um problema congênito provocado por dobras de tecidos embrionários que permaneciam na região subcutânea (pelo menos era isso que acontecia nos outros tipos de cistos dermoides).
Atualmente, a teoria mais aceita é que a lesão seja provocada por pêlos soltos que, por atrito, pressão ou calor, atravessam a pele e se alojam na camada subcutânea, a presença desse corpo estranho gera uma reação inflamatória que promove a formação do abscesso (sinus).
Outra possibilidade é que alterações hormonais associadas a certas condições adversas favorecem a manifestação de foliculite.
Além dos fatores que veremos nos próximos tópicos, tem a bactéria Staphylococcus aureus, um germe que habita normalmente em nossa pele podendo causar infecção.
Resta, ainda, a hipótese de que a origem da inflamação esteja no que chamamos de pêlos encravados, fios que se curvam e penetram novamente no folículo piloso onde continuam crescendo, porque não conseguem atravessar as camadas superficiais da pele.
E assim fica definido o termo "Pilonidal" (ninho de pêlos).

                                   Tel.: (24) 998467201

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco